domingo, 29 de maio de 2011

Oração cigana do amanhecer


Salve o Sol, a Natureza, o Orvalho da Manhã
Salve Deus todo Poderoso, que me dá a felicidade de tomar a benção de toda a Natureza
Salve o Vento, o Sol, a Chuva, as Nuvens, as Estrelas e a Lua
Salve as forças das Águas, a Terra, a Areia e o Solo fértil!
Que belo seja seu remédio!
O Pão que parto à mesa, seja multiplicado!
O trigo que trago comigo, seja minha propriedade
O universo me abrace
E que os quatro elementos: Terra, Fogo, Água e Ar, me dêem forças necessárias
para todas as dificuldades de minha vida
Meus caminhos sejam abertos, hoje e sempre, com toda a pureza dos Elementais
e dos Anjos Mensageiros de Deus.
Amém!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Movimentar as energias, renovar a vida...


Será preciso mudar a vida?


Vida maluca, vida doida… Um dia se sabe o que quer e no outro já não mais. Quem é que pode conhecer o verdadeiro caminho para encontrar a paz? Não lembro mais de quem já fui, preciso me decidir sobre quem sou, ouvir o coração será o melhor caminho, não há dúvida.
Incertezas eu terei, planos novos, planos velhos, tanto faz… É preciso sentir no peito o que a vida pede, um passo a frente em direção a novos rumos. Lembranças, o vento às vezes traz, mas elas servem para mostrar que é preciso seguir buscando a vida, pois caso contrário as lembranças se perdem, as mais antigas ficam sem foco, não se pode mais lembrar do que houve e não há nada para registrar agora. Qual a razão?
O vento move aquilo que fica parado sobre a terra, mostrando que nada pode permanecer por muito tempo na mesma posição, é preciso movimentação, abrir mão do que já passou, apagar ou desconsiderar alguns fatos para abrir espaço no coração, onde pode caber mais alguém.
Um dia nos damos conta de que tudo passou em nossa frente e não soubemos captar. Deve ser dura a dor de ver um vaso se quebrar e saber que por mais que se una os cacos, nada será como foi um dia. Esse vaso irá se quebrar, não há dúvida… Por mais resistente que seja, não irá resistir ao tempo, o implacável tempo. O que pode importar a esse vaso é saber que no tempo em que era forte, podia cultivar sempre lindas flores. Pode estar faltando uma flor…

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Arriscar para mudar


Nem sempre  conseguimos fazer a coisa certa, mas devemos sempre ao menos tentar. Na vida nada pode ser previsto e, portanto, tudo é incerto.
O que é preciso é ter coragem de arriscar, de fazer novas tentativas caso algo não esteja caminhando bem. Se a decisão tomada será acertada, se será a melhor, quem é que sabe? Mas ao menos foi uma tentativa.
Estamos aqui na condição de aprendizes e, assim, se algo que fazemos não sai da melhor forma, nos serve de experiência e da próxima vez é só fazer diferente. O que não é uma boa é manter sempre tudo como está, pois a vida é dinâmica e pede movimentação.
Tudo isso tem um pouco a ver também com humildade além da coragem já mencionada. Humilde é aquele que diz não saber e tem a oportunidade de aprender, e esse é esperto. Digamos que iludido é aquele que diz saber e perde a oportunidade de aprender, simplesmente pelo fato de não ceder ou querer possuir alguma razão sobre determinado fato.
Humildade para aprender, coragem para mudar, saber arriscar… Tudo isso importa. Na nossa infância, arriscávamos mais, não tínhamos a capacidade de calcular as consequências de nossos atos e víviamos felizes assim. Na vida adulta, isso não é possível da mesma forma pois nossas atitudes tem um reflexo maior já que agora respondemos por nossos atos. Mas não custa lembrar um pouco de nossa infância e em algumas situações agir pelo instinto ao invés do puro racional. Muitas vezes, sair de um problema é mais fácil do que parece…

terça-feira, 10 de maio de 2011

Encontrando a Felicidade

Vamos fazer de nossos dias algo mais que simplesmente dias vazios onde se acorda e se deita sem que se tenha observado o que há em volta e que se apresenta como oportunidade para que a vida seja diferente, para que mude para melhor.
É interessante avaliar bem cada decisão que tomamos para que isso não nos cause aborrecimentos, pois não há muito espaço para este sentimento nos nossos valiosos dias. Sim, todos são valiosos.
Não há o caminho certo ou errado e sim a forma como nos portamos em cada escolha que fazemos, onde a honestidade entra em jogo. É preciso ser honesto consigo sempre e uma pergunta pode ser feita para começar a história. Essa pergunta é: O que eu faço me faz bem?
Muitas poderão ser as respostas que nos surgem, mas uma situação é muito importante, que é prestar atenção se a atividade que temos é gratificante ou apenas nos aborrece e suga nossas energias. Nesse aspecto, não é possível viver de imagem e sim apenas de satisfação pessoal, pois caso contrário a vida torna-se mais curta. Por isso disse antes sobre a honestidade, para que possamos pensar se somos honestos conosco... Apenas assim podemos ser também com o próximo.
É preciso identificar as oportunidades à nossa volta, explorar a vida para que não sejamos apenas mais um acorrentado ao que querem nos impor. Vamos cultivar a liberdade, acreditar nela... Somente assim chega-se a algo chamado "Felicidade".

domingo, 8 de maio de 2011

Boa semana!


Desejo a todos uma boa semana, com muita força para encarar as dificuldades que possam surgir, prosperidade nas atividades que tocamos, satisfação pessoal, brilho e muita energia, e que esta possa irradiar aos que estão à nossa volta e contagiar a todos de uma forma positiva.
Essa é a mensagem que nos traz a carta da força, representada pelo sol no baralho cigano, e é a mensagem que compartilho com todos vocês e desejo que essa energia nos acompanhe em cada momento.

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Um dia...



Um dia…

Busquei ser mais daquilo que sou;
Desejei ter mais daquilo que tenho;
Dei mais valor a coisas menos importantes;
Reclamei sem razão;
Valorizei os meus problemas e menosprezei as minhas virtudes;
Não soube partilhar do que me foi dado;
Tive pena ao invés de amar;
Me faltou atenção a pequenos detalhes que possuem grandes significados;
Subestimei a quem poderia ter respeitado;
E outras coisas mais…

Com isso tudo pude perceber quanta coisa a vida ensina e tudo isso
está em cada momento bem na nossa frente. Você já tentou ver onde está
errando? Com quem está errando?

O primeiro passo para acertar é reconhecer o próprio erro e trabalhar
a partir disso. Basta refletir um pouco e fica mais fácil identificar,
pois sempre podemos melhorar nossa condição diante do próximo.

A forma como tratamos alguém mostra quem somos. Quem você quer ser?

terça-feira, 3 de maio de 2011

Síntese da vida


Cada momento que a vida apresenta deve ser bem aproveitado, seja bom ou ruim.  Se o que vivemos é bom, então é porque assim merecemos e é claro que se algo nos é dado é para que possamos disfrutar disso. Se o que vivemos é ruim, então significa que é preciso aprender com isso alguma lição importante para que tenhamos a oportunidade de mudar em algum aspecto que não caminhava bem.
De qualquer forma, o que recebemos é de acordo com o nosso merecimento e, sejam bons ou maus momentos, é a nossa vida e isso não diz respeito a mais ninguém. Aquilo que é melhor ou pior, apenas nós sabemos e portanto não se deve pedir opiniões, pois se há algo do que se arrepender, que seja por nossos próprios atos e não por aqueles que alguém quis que praticássemos.
Vamos ousar, rir, chorar, ir em frente, recuar, pensar, repensar, agir e o que mais der vontade. O melhor momento é sempre agora. O seu momento você conhece, assim como eu conheço o meu. Não podemos nos entregar às ilusões do mundo e muito menos nos entregar à corrupção. Não me refiro à corrupção capitalista e sim à submissão a quem quer te influenciar e mudar o seu caráter, te afastando assim de sua verdadeira essência.
Seja quem você é de verdade, pois somente assim poderá viver a vida como ela te pede para ser vivida.

domingo, 1 de maio de 2011

Atenção com a saúde


Texto retirado de um informativo, para fazer pensar:

O resfriado escorre quando o corpo não chora;
A dor de garganta entope quando não é possível comunicar as aflições;
O estômago arde quando a raiva não consegue sair;
O diabetes invade quando a solidão dói;
O corpo engorda quando a insatisfação aperta;
A dor de cabeça deprime quando as dúvidas aumentam;
O coração desiste quando o sentido da vida parece terminar;
O peito aperta quando o orgulho escraviza;
A pressão sobe quando o medo aprisiona.

Toda "doença" física que temos nada mais é do que algo criado em nosso pensamento se materializando em nosso corpo físico.
As emoções tem papel fundamental em nosso estado geral de saúde. Colhemos somente o que plantamos, sendo um a consequência do outro.
Não deixe de se cuidar em cada momento, pois uma atitude mental formada hoje, inevitavelmente reflete na saúde em seguida.