terça-feira, 14 de junho de 2011

Racionalidade, poder da mente, transformação...


Nunca deixar que o sentimento invada a ponto de cegar. O racional deve ser mantido, ainda que minimamente, para estabelecer o equilíbrio em nossas decisões. O que se vê é que as pessoas são tomadas pela impulsividade e isso compreende um grande número de atrocidades afetivas das mais diversas causas.
Olho no que se pretende fazer e fé no coração é o que há de ser considerado, mas sempre mantendo ativo o plano mental, para então, digo novamente, manter o equilíbrio. Qual a finalidade de se agir impulsivamente sem calcular as consequências dos atos? Aqui estão para aprender principalmente sobre a reflexão e, portanto, devem aproveitar ao máximo essa oportunidade e dela extrair aquilo que puderem, pois é o início de uma nova etapa e se trata de uma preparação mental, pois somente isso irá importar. É preciso conhecer o poder da mente, conectar-se a ele, todos o mantém adormecido sem conhecer seu verdadeiro valor durante toda uma existência, triste fato constatado.
Não se sabe ao certo sobre o futuro com o caminhar das coisas, momentos estes são de definições e tentamos ao máximo despertá-los para que estejam preparados da forma adequada para o momento chave. A maneira como este momento irá se apresentar ainda não é determinada, vocês tem a incumbência de realizar esta transformação, por isso aí estão, devem ir em frente sem temer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário