sexta-feira, 1 de julho de 2011

Magnetização da água


Muitos conhecem a prática da magnetização da água em centros espíritas, onde normalmente se leva uma garrafinha até o local para que seja feito o procedimento. Sempre se diz que o efeito desta água é benéfico após a magnetização, mas... Como isso acontece?

Segue abaixo um trecho retirado do livro "Medicina da Alma" de Robson Pinheiro, onde o espírito Joseph Gleber responde exatamente a essa questão. Posto este trecho apenas para compreensão do tema, e aliás o livro é muito interessante e recomendo a todos.

"O magnetismo é um fenômeno universal que, ao ser utilizado pelo magnetizador, em determinada intensidade, poderá promover a precipitação de ondas magnéticas na água, alterando suas estruturas moleculares, modificando a carga de átomos, aumentando os íons e alterando a velocidade e direção dos elétrons, fazendo com que aquele que recebe os benefícios da água magnetizada receba igualmente maior intensidade energética através dos átomos de oxigênio encontrados na água. Quando a água é ingerida sob a ação do magnetismo curador, os fluidos vitais são acrescidos da vibração magnética específica, desobstruindo os canais por onde circula o prana ou fluido divino, acelerando o fluxo dos fluidos vitalizantes que irrigam o organismo físico e o duplo etérico.
O resultado é logo sentido no aumento do padrão vibratório da parte onde se encontram as carências magnéticas, acelerando-se igualmente o efeito de medicamentos que porventura os irmãos estejam se utilizando e a natural recuperação do enfermo. Mas esses recursos só são eficazes à medida que aquele que recebe a energia magnética se dedicar ao crescimento interior, pela reeducação dos impulsos da alma, pela mudança de vida e elevação moral, únicos meios que conhecemos para reter eficazmente os recursos que são ministrados do Alto".

Um comentário:

  1. Leandro, sempre postando temas interessantes para que nossa vida caminhe sempre bem. Adorei, muito interessante!
    Beijos

    ResponderExcluir