segunda-feira, 30 de abril de 2012

Jornada do Tarot: Valete de Copas


É o momento de entrar em contato com as próprias emoções e conhecer o que elas podem nos dizer. Ao realizar este trabalho interno, nos tornaremos mais seguros de si e saberemos diferenciar os fatos das ilusões, além de conhecermos o verdadeiro significado do amor e do perdão.
Pode ser difícil saber de que maneira iniciar, mas a iniciativa é o que há de mais importante agora. A partir do momento em que nos propomos a fazer algo que seja bem direcionado e tenha um bom propósito, a vida nos guiará pelo melhor caminho. Basta acreditar!

sábado, 28 de abril de 2012

Lenormancia


A concretização de nossos ideais depende de como nos movimentamos para que um objetivo seja alcançado, já que cruzar os braços é uma atitude que não leva a lugar algum.
É preciso encarar de frente o que pretendemos fazer, tendo em mente que o êxito nos está reservado. Conservar o otimismo é a melhor forma de manter ativo o potencial de realização, para que nosso brilho sempre se faça presente e sejamos bem sucedidos em todos os projetos!

*Baralho da foto: Lenormand Urania (Branco)

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Observações Cotidianas


Nosso cotidiano é formado por pequenos momentos que, quando unidos, compõem a grande obra que é a vida que levamos. Estes pequenos momentos são construídos pela vivacidade e pelo prazer das coisas simples existentes neste mundo.
Temos a ilusão de que a felicidade é encontrada por detrás de ideias mirabolantes, sem no entanto recordarmos de observar todo o potencial de vida que nos cerca. A vida é um constante movimento, está ao redor o tempo todo e, se algo não está conforme o desejado, provavelmente esta condição foi criada para que algo mais possa ser observado.
Em dados momentos, as coisas estacionam contra a nossa vontade. Cabe a nós extrair desse tempo aquilo que a vida deseja nos mostrar e que não seríamos capazes de notar se fosse diferente. Cabe a nós compreender que, ao ignorar os simples prazeres da vida, jamais criaremos condições de atingir maiores proporções em qualquer aspecto de nossa existência.

Crédito da imagem:
http://sohamsoham.blogspot.com.br/2009/11/inspiracao-beija-flor-vermelho.html

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Jornada do Tarot: Quatro de Ouros



Este arcano já esteve presente há pouco tempo em nossa jornada. Pode ocorrer de a mesma carta ser tirada no caso de precisarmos trabalhar melhor em nossas vidas a questão apresentada, portanto vamos relembrar a mensagem e aplicá-la em nosso cotidiano!
O Quatro de Ouros mostra que temos ganhos devido ao esforço de nosso trabalho e que é preciso dar valor a isso, mas na medida certa. Pode nos mostrar que precisamos segurar um pouco do que ganhamos ou que talvez seja preciso ter um pouco de desapego.
A melhor forma de agir é estabelecer o equilíbrio em nossa vida material. Gastar demais ou apegar-se demais ao dinheiro são atitudes extremas que não terão bons resultados.

sábado, 21 de abril de 2012

Lenormancia


Uma boa escolha pode sempre nos colocar no caminho da prosperidade e nos proporcionar bons momentos. Jamais devemos deixar de lado nossa capacidade de decidir sobre algo, pois esta nossa qualidade intrínseca pode ser exigida a qualquer momento, e é bom que estejamos sempre preparados.
O equilíbrio financeiro e o bom convívio social são dois aspectos da vida sempre relevantes, sem os quais não será possível trilhar caminhos de conquistas materiais e afetivas. Para que estas duas áreas de nossa vida estejam harmonizadas, nosso talento de observar e decidir deve entrar em jogo!

* Baralho da foto: Mystical Lenormand

quinta-feira, 19 de abril de 2012

De nada adianta...


De nada adianta...
Dedicação,
Esforço,
Entusiasmo,
Juras,
Boas intenções,
Sorrisos,
Companhia,
Luta,
Planos,
Carinho,
Compreensão,
...Se não for sincero!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Jornada do Tarot: Rainha de Paus


A Rainha de Paus mostra um momento em que tomamos consciência de quem somos, pois anteriormente reconhecemos que seria necessário entrar em contato com nosso interior. Ao fazermos isso, nos conhecemos melhor e ficamos cientes de nosso potencial, nos tornamos mais estáveis e seguros.
Este é o caminho para atingir a sabedoria, desenvolvendo-se as virtudes latentes que nos acompanham .

domingo, 15 de abril de 2012

Lenormancia


Nosso sofrimento muitas vezes é causado por uma decisão equivocada, pela ansiedade de querermos resolver alguma situação da forma mais rápida. A entrega à ansiedade nos impossibilita a visualização do melhor caminho, nos tira a calma e nos faz querer tomar um atalho.
Refletindo um pouco mais sobre qualquer decisão que precisa ser tomada, obtemos maior clareza e alguns problemas poderão ser evitados, pois há maior probabilidade de se fazer a escolha certa.

*Baralho da foto: Tarô Cigano - Aliados da Arte

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Espontaneidade!


Em qualquer ocasião da vida, sempre que se puder agir de forma espontânea, será melhor. Tudo o que é natural nos faz bem, incluindo nosso comportamento.
O ser humano não é programado para agir de forma artificial, manter as aparências e ter seu comportamento moldado. O conjunto destes fatores torna-se, aos poucos, hipocrisia.
Vivemos atualmente em uma sociedade que praticamente cobra a hipocrisia de seus membros, pois para se manter um convívio saudável e, muitas vezes, apenas poder obter e manter um trabalho formal, não é levado em conta em primeiro plano o que você pensa, mas sim sua capacidade de inserção no contexto. A tal da politicagem é a desculpa utilizada para mascarar tudo isso.
Não digo de forma alguma que devemos sair dizendo o que for sem nos importar se as palavras irão ferir ou não, mas me refiro ao fato de que devemos agir naturalmente. Quanto mais tentarmos controlar nossos instintos com a racionalidade (a mesma que destrói a natureza para manter as engrenagens em funcionamento), mais iremos registrar em nosso inconsciente as coisas que acreditamos não poder dizer ou fazer.
A questão é: por quanto tempo qualquer pessoa pode resistir a tudo isso? Todos precisamos, em algum momento, dizer o que sentimos ou fazer o que desejamos. Poderia ser bem mais simples...

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Jornada do Tarot: Sete de Copas


O Sete de Copas mostra o que é natural ao ser humano, que é o ato de sonhar. Este arcano não mostra, no entanto, a necessidade de sonhar, e sim o fato de que estamos sonhando demais e talvez nos deixando levar por ilusões. Se quisermos tudo, não teremos nada.
A necessidade mostrada pelo Sete de Copas é a de manter os pés no chão neste momento. Sonhar é bom e faz que com qualquer pessoa possa seguir adiante com seus planos. Há momentos, porém, em que é preciso lidar com a realidade, pois somente assim será possível encontrar a resolução para questões importantes que nos cercam.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Presença de Espírito


Manter a presença de espírito é agir com autenticidade e não deixar-se conduzir por aquilo que uma maioria busca para sua vida, pois isto nada mais é do que entregar-se ao senso comum.
Muitas pessoas deixam de ser quem são para se adaptarem aos moldes da sociedade ou para seguir a moda, deixando de lado sua essência. A mídia tenta constantemente moldar o comportamento dos indivíduos, que, por fraqueza, cedem a esta armadilha.
Nada mais interessante para pessoas que ocupam posições de poder do que conseguir manipular as opiniões, fazendo que com os indivíduos abram mão do que lhes é mais valioso: sua individualidade.
Seja como for, aconteça o que acontecer, nunca deixe de ser quem é e nunca deixe de acreditar no que é importante para você. Sua crença te mantém vivo, e é verdadeira, pois é sua. Em tempos de almas vendidas, manter a presença de espírito é uma arte. Não se entregue e não irá se arrepender!

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Jornada do Tarot: Quatro de Ouros


O Quatro de Ouros mostra que temos ganhos devido ao esforço de nosso trabalho e que é preciso dar valor a isso, mas na medida certa. Pode nos mostrar que precisamos segurar um pouco do que ganhamos ou que talvez seja preciso ter um pouco de desapego.
A melhor forma de agir é estabelecer o equilíbrio em nossa vida material. Gastar demais ou apegar-se demais ao dinheiro são atitudes extremas que não terão bons resultados.