domingo, 8 de julho de 2018

Magia e Perdão


Bruxas e Bruxos sempre precisarão utilizar a sua própria arte, a qual apresenta o benefício de modificar as circunstâncias ao redor, para desenvolver o perdão no sentido amplo da palavra.

Caso você se arrependa de atitudes pretéritas, verifique se estas ações prejudicaram alguém e reconheça o erro, peça o perdão e busque a retratação. Por outro lado, se alguém lhe causou prejuízos intencionalmente, perdoe e siga adiante. O desejo de vingança irá amarrar a sua vida e a posterior sensação de tempo perdido será amarga. A vida é preciosa e o tempo urge.

Se o prejuízo foi próprio em função de alguma decisão equivocada, então perdoe-se. Quanto você pratica o autoperdão?

Participar da vida é fazer escolhas e tomar decisões de forma incessante. Você irá acertar, mas também irá errar. Acertos ou erros, entretanto, são constatações posteriores. No ato de decidir, você sempre irá basear-se no que sente e no que sabe naquele momento.

Portanto, não se condene caso considerar o seu conhecimento de outrora defasado ou inadequado. Respeite a pessoa que você já foi para respeitar quem você é hoje. Você tem o poder de transformar a sua vida, caso mantenha a fé e a disciplina exigidas de alguém especial como você, mas precisa caminhar com leveza para realizar a sua magia.

Perdoe e viva leve. Aplique sua arte para transformar, em primeiro lugar, o que precisa ser modificado em seu interior. Após equilibrar-se internamente, passe então a utilizar a magia à sua volta, sempre respeitando o Dogma da Arte.

Abençoados Sejam

Nenhum comentário:

Postar um comentário