quinta-feira, 12 de julho de 2018

O Mito de Prometeu


Prometeu era um dos titãs, uma raça gigantesca que habitou a Terra antes do homem. Ele e seu irmão Epimeteu foram incumbidos de fazer o homem e assegurar-lhe, e aos outros animais, todas as faculdades necessárias à sua preservação.

Epimeteu encarregou-se da obra, e Prometeu, de examiná-la depois de pronta. Assim, Epimeteu tratou de atribuir a cada animal seus dons variados, de coragem, força, rapidez, sagacidade, asas a um, garras a outro, etc.

Quando, porém, chegou a vez do homem, que tinha de ser superior a todos os outros animais, Epimeteu gastara seus recursos com tanta prodigalidade que nada mais restava. Perplexo, recorreu a seu irmão Prometeu que, com a ajuda de Minerva, subiu ao céu e acendeu sua tocha com a força do sol, trazendo o fogo para o homem.

Com esse dom, o homem assegurou sua superioridade. O fogo lhe forneceu o meio de construir armas com as quais subjugou os animais, assim como as ferramentas com as quais cultivou a terra. Além disso, o fogo aqueceu a sua morada, gerando relativa independência do clima.

Finalmente, com o fogo o homem criou a arte da cunhagem das moedas, ampliando e facilitando as atividades comerciais

Nenhum comentário:

Postar um comentário