quinta-feira, 12 de julho de 2018

O Nome Mágico


Um novo nome sempre é assumido por aqueles que se iniciam na Bruxaria. Na realidade, o bruxo/a bruxa pode ter de dois a três nomes que lhe são acrescentados de acordo com o tempo de prática religiosa. Vamos a eles:

- Nome da Arte: É o nome escolhido no rito de dedicação e, por isso, deve ter significado especial para o(a) dedicante. Pode ser, como exemplos, o nome de uma flor, uma árvore, um Deus ou uma Deusa.

- Nome Iniciático: É o nome assumido após o rito de iniciação. Em algumas tradições, o nome é orientado pelos deuses ao sacerdote/sacerdotisa para que seja transmitido a quem se inicia na Arte. É o nome pelo qual o(a) iniciante será conhecido(a) pela Deusa e pelo Deus, não sendo recomendado a sua revelação fora dos rituais que irá realizar.

- Nome do Coven: O(A) Bruxo(a) pode ainda escolher um nome pelo qual será conhecido(a) dentro da comunidade religiosa da qual participa e, para isso, não há nenhum rito especial.

Fonte: Wicca - A Religião da Deusa - Claudiney Prieto

Nenhum comentário:

Postar um comentário