segunda-feira, 28 de outubro de 2019

O Fogo e a Espiritualidade


O fogo é considerado como elemento dos mais importantes nas tradições espirituais, religiões diversas e no esoterismo. Elevado ao status de divindade por muitos povos, o fogo representa as transformações da natureza, sua criação e destruição.

O poder consumidor do fogo faz com que este elemnto seja temido por alguns, como nas representações iconográficas cristãs do inferno. Porém, por sua qualidade de transmutador, foi considerado sagrado em muitas culturas.

O aspecto destrutivo manifestado pelo fogo é passageiro, pois a destruição de algo representa a abertura de espaço para o novo poder brotar, para um nascimento em novas condições. O aspecto purificador e regenerador do fogo é comum em várias tradições.

Na Roma antiga, os sacerdotes tinham por missão manter uma chama sempre acesa em seus templos de adoração. Caso o fogo se apagasse por alguma razão, a ausência da chama era interpretada como mau presságio, sinal de maldição, degradação moral ou encerramento de um ciclo.

O fogo também carrega o sentido da transformação íntima, com o desenvolvimento espiritual que transmuta a consciência rumo à iluminação. O fogo interior brilha proporcionalmente à ascensão do discípulo e sua progressiva espiritualização.

No Velho Testamento, este elemento é apresentado como sendo a própria essência original de toda a vida.

Estudo de Magia das Velas: http://www.lunacao.com/p/magia-das-velas.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário